caminha, caminhando, poetando, vivendo como Deus me permite viver. É assim que vou. É desse jeito que sou. E aqui vão: notícias mensagens, poesias, crônicas, artigos, enfim, tudo que gosto e sou, parte dos caminhos que este caminhante procura seguir. Apenas isto!

sábado, 13 de dezembro de 2008

Sessão de autógrafos de meu livro



Sessão de Autógrafos






Querido Amigos,






Com uma ponta de felicidade e prazer comunico e convido-os para a Sessão de Autógrafos que marca o lançamento de meu livvro "Saboreando Crônicas" em Florianópolis.




Além das crônicas, tenho certeza que cada um de vocês vai se deliciar com as receitas incluídas, que eu mesmo fiz questão de testar, já que fazem parte de minhas receitas favoritas.






O evento está marcado para o dia 18.12.2008, Quinta-Feira próxima, a partir das 18:30 horas na Livraria Livros & livros, na Rua Jerônimo Coelho, 215 - Centro.Espero contar com sua presença e agradeço a divulgação.







Contra-capa:




Saboreando Crônicas nasceu cerca de dez anos atrás, fruto de crônicas e contos que vi, ouvi, vivi ou, algumas vezes, imaginei.


Como sempre tive uma intensa atividade sócio-comunitária partilhada com amigos e uma atividade profissional frenética, de 30 anos, que compartilhei, na privacidade de meu consultório, com meus pacientes, os fatos aqui narrados tiveram como nascedouro este fantástico intercâmbio de experiências que fui, pouco a pouco, colocando nos arquivos de meu computador.


A par disto, meu gosto por cozinhar me fez relacionar as crônicas e contos com algum tipo de iguaria. Assim, fatos e pratos foram sempre se misturando em minha mente, como se um sabor me servisse de estímulo cognitivo para um caso.


Daí pra frente, foram inúmeras as crônicas, inúmeros sabores que ouso trazer aos meus potenciais leitores.


É minha terceira incursão na experiência benfazeja de expor em prosa ou em verso, os retalhos de minha vida.Espero que gostem, literalmente falando. Que as crônicas e contos despertem, em todos, o sabor das receitas.

O Autor.

8 comentários:

  1. COM MUITA HONRA EM TER O ILUSTRE AMIGO COMO AMIGO E SAFARISTA EM NOSSO GRUPO, QUEREMOS REGISTRAR AQUI NOSSO RESPEITO PELA MARAVILHOSA PESSOA QUE VOCÊ É, PELA SUA BRILHANTE TRAGETÓRIA E PELA SUA DEDICAÇÃO A LITRATURA BRASILEIRA.

    Como Sempre se falou
    atrás de um grande homem há sempre uma grande mulher

    SIGNIFICATIVO:

    Todo homem de sucesso tem uma mulher que o estimula.

    HISTÓRICO:

    Esta é bíblica. Quando Davi (pequeno, franzino) desafiou Golias (o gigante) para salvar seu país foi que surgiu a expressão. Consta que Davi tinha uma mulher imensa e feroz. Dizem até que batia nele, tinha 2,02 metros e pesava 190 quilos. Quando foi acontecer o duelo, ela teria dito para ele: "Se ele te matar, eu corto os seus colhões". Davi se encheu de coragem e venceu Golias. na base da pedrada. Dizem, ainda, que alguns anos depois ele teria se separado dela e casado com um jovem pastor inglês que o chamava de Déividi. Mas isso são conjecturas e nada está provado.

    E o Caminha? tem uma mulher que não tem 2,02 de altura e nem pesa 190 kg mas se chama:

    SELUTA

    BEIJOS AMIGO DE SEMPRE "CAMINHA"

    SEMPRE SUCESSO!

    PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Caminha! Parabéns Seluta! Vamos em frente amigos!

    Saudações Safaristas.

    Bassan.

    ResponderExcluir
  3. Carlos Humberto Filomeno Machado13 de dezembro de 2008 16:03

    Óióh!!! É cosa di mané... Tú manda um coviti e não digi o dia da tali note do tali otrografo!!!!!
    Qé issu otrografo?
    Eta palavrinha difici di dizê... istepô!!!
    Essa gente rica têm cada cosa isquizita...
    Vivi falano difici!!!
    I nógi, fiquemo sem intendê nadica-di-nada...
    ESSE M... não sabe nem mandá um convite, e digi que é iscritô.
    axo qui vô, só pá dá um goli de xop!!!

    Desculpa o manesês...


    Um beijo

    Carlos Filomeno

    Resposta: Ô mané du Sambaqi. Aperta no anecho qui tu vai vê o convite, sô coió!!!

    Caminha

    Óió!!! Sabis qui tás ca razão, noé que criquei no táli móize e o táli coviti tava lá...
    Agora eu sei o dia, dijaoge não tinha nem oilado o lugari e as zóras do tali invento qui tú vaz artografar!!!
    Otra cosa!!!! Qualis-os amigus que quérex qui vão lá, na táli note do tali atógrafo... Digi qui eu falu cu eles, tá!!!!

    Atééééééé... Manéééééé dus ratone...

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de registrar minha o opinião a respeito deste tal de Caminha.

    Bom pai de familia, Bom médico, Bom escritor, Bom Safarista,
    Bom cantor, a este predicado que me atrevo comentar, infelizmente a
    maioria dos companheiros deste toldo virtual, não conhecem o a veia
    musical do COMPANHEIRO Caminha.
    Tive a honra e o Prazer de acompanhar este ao violão fazendo a
    segunda voz em uma meia dúzia de canções, pois éra o que minha
    insignificância permitia diante de uma voz que não seria ou é capaz
    de suplantar o saudoso Frank, mas se iguala com certeza.
    Fiquei conhecendo esta voz que atinge as mais altas notas em frações
    de segundos, em nosso sétimo encontro, repito para mim foi uma
    experiência das mais agradáveis e inesquecíveis, pois apesar de nunca
    ter desenvolvido minha veia artística sempre gostei muito de cantar,
    sempre gostei de ensinar e cantar.

    Abraços do Artur

    ResponderExcluir
  5. Bruno Schlemper Júnior13 de dezembro de 2008 16:10

    Caro compadre escritor

    Convite feito, convite aceito. Estaremos lá e, desde já, coloco-me á tua disposição para ajudar no que for
    preciso. A data é ótima, porque os compromissos de viagem já se encerraram.
    Já repassei o convite para os demais familiares e amigos.
    Certamente, casa cheia.
    Quando a gente começa a ser citado em livros dos amigos (no mê passado foi do Aluísio Dobes, falando sobre os
    nossos tempos do basquete do Lira e Doze.) é sinal de velhice e dos tempos antigos muito longe.
    Até lá.

    Bruno

    ResponderExcluir
  6. Caminha, bom dia.


    Sucesso no lançamento do livro.

    Um abraço.


    José Endoença Martins

    ResponderExcluir
  7. Prezado Luiz

    Seria um enorme prazer comparecer ao lançamento de seu livro. Infelizmente, neste dia estarei em São Paulo para uma reunião com a Ordem Nacional dos Escritores. Mas, já está divulgado em meu blog e estou enviando e-mails com o seu convite para algumas pessoas que conheço em Santa Catarina.

    Sucesso!

    Abraços

    José Feldman

    ResponderExcluir
  8. Ô, Caminha!

    Que no final do evento tu estejas com os dedos doídos de tanto autografar!

    Abs,
    Tchello.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Em breve, eu o verificarei para publicação. Aguarde!
Que Deus o abençoe!