caminha, caminhando, poetando, vivendo como Deus me permite viver. É assim que vou. É desse jeito que sou. E aqui vão: notícias mensagens, poesias, crônicas, artigos, enfim, tudo que gosto e sou, parte dos caminhos que este caminhante procura seguir. Apenas isto!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Mais um poema

Amigos, aí vai mais um de meus poemas. Este nasceu inspirado na obra de Almiro Caldeira de Andrade "Ao encontro da manhã".


ENTREGA

O por do sol
Vive o ocaso,
Noite de mais um dia.

O astro-rei esgueira-se
Poente afora.
Vai aquecer outros lugares.

Cá, a dama da noite,
Assume seu papel
De concubina radiante.

Prateia o ébano.
De suas tranças pendem
Raios de luz inebriantes.

A mata prateia-se num pranto.
A debulhar lágrimas cintilantes.

No céu, estrelas fagulham,
Diamantes em fundo negro.

No mar, a nau solitária
Procura um porto seguro,
Onde o sol possa,
Novamente,
Iniciar a faina,
D’um novo dia.

Àquela noite, na praia se ouvia
Só o mar a respirar...
E os gemidos da guria
Virgem moça a se entregar.

Luiz Eduardo Caminha

21 comentários:

  1. Caminha,

    "Ao Encontro da Manhã", é para mim uma das melhores obras que já se escreveu em SC.

    Parabéns por esse poema intertextual, que dialoga poeticamente com a obra do Seu Almiro.

    Abração!
    Tchello.

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo ! Inteligente !
    Porque carregado de lirismo nas preliminares, terminando num orgasmo de terna sensualidade...
    Parabéns, meu rico irmão !

    James Pizarro

    ResponderExcluir
  3. Queridíssimo Caminha,

    Fora a saudade de "um dedo de prosa cocê", queria te dizer que a maresia está transformando a tua poesia (rima boba, né?). Pra melhor, obviamente.
    Distante, consigo respirar teus versos me transportando pra aquele barquinho, ali na Lagoa...
    Bom, bom, bom

    Abraço de saudade

    ResponderExcluir
  4. Caminha
    Que saudades de suas intervenções aqui por Blumenau. Sua atuação como médico, e principalmnete no Programa de TV e Stammtisch.
    Sobre seu poema,vem direto do coração e artinge nossa alma.
    Parab´nes amigo fique com DEUS.
    Adalberto Day Cientista Social em Blumenau
    www.adalbertoday.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Dr. Luiz; Bom-dia!
    "Entrega" é um poema com ricas metáforas e metonímias! Uma sintonia perfeita entre seleção de vocabulário e harmonia de imagens literárias. Também um certo 'ar' triste na seqüência textual, mas com um final que nos surpreende pela presença do mais 'natural' nas relações humanas!Diria que neste poema, uniu-se o coro à orquestra! Bravos! Lindo! Parabéns! Abraços líricos, Lígia

    ResponderExcluir
  6. Caminha

    Que saudades de suas intervenções aqui por Blumenau. Sua atuação como médico, e principalmnete no Programa de TV e Stammtisch.
    Sobre seu poema,vem direto do coração e artinge nossa alma.
    Parabéns amigo fique com DEUS.

    Adalberto Day
    Cientista Social em Blumenau

    ResponderExcluir
  7. Neste encontro vespertino
    Num belo anoitecer.
    Logo um dia que termino
    As estrela no céu ver.

    Parabéns merece esta quadrinha!
    Mário Osny Rosa
    São José/SC, 7 de novembro de 2008.
    www.mario.poetasadvogados.com.br
    www.poetasadvogados.com.br

    ResponderExcluir
  8. Lindo poema " Entrega", tendo a natureza por testemunha. Abraços
    Sávio Assad

    ResponderExcluir
  9. Belo Caminha,

    cantando sol poente,lua chegando,mar,natureza explodindo em
    versos-encantador-parabéns.

    Ernani

    ResponderExcluir
  10. Meu amigo Caminha
    Gostei de mais, você está muito inspirado, continue assim.
    Abs
    Paulo Sohn

    ResponderExcluir
  11. Carmen Lúcia Vianna7 de novembro de 2008 23:38

    LIIINDOOOOO!!!!!!

    Estás cada vez melhor, mas nem é preciso dizer pois sabes perfeitamente que é verdade.

    Carminha

    ResponderExcluir
  12. Olá Caminhante,
    poesia, como vc sabe, não é a minha praia. gostei, particularmente, do "prateia-se num pranto", uma construção interessante. do início (concubina) senti a luxúria de seu final (guria a se entregar). bom.
    gostaria de ver vc escrevendo sobre as dúvidas profundas da alma humana..
    abços,
    Mund

    ResponderExcluir
  13. Prezado Luiz

    Fiquei feliz ao receber seu novo poema "Entrega".

    Representa na verdade, a entrega do Poeta aos seus mais profundos sentimentos,
    transformando-os em palavras e traduzindo-os em emoções que de tão sutis, se solidificam
    ou seja, só quem tem olhos pra ver além da razão e um coração aberto,
    entende a verdadeira essência da alma de um poeta e o que ele quer nos transmitir.
    Não conheço o poema do Almiro Andrade; independente disso, adorei o seu poema!
    Parabéns e peço que continue nos brindando com outros poemas tão belos quanto este.
    Um abraço

    Màrcia (estrela44)

    ResponderExcluir
  14. Não sou de ler poesias mas achei muito legal teu poema. O astro-rei é o Figueirense e a dama da noite é o Avaí.
    Um forte abraço,
    Paulinho.


    Nota do Autor: A dama da noite, que meu querido primoamigo identifica como o meu Avaí, sobe e brilha cada vez mais, na negritude do manto celestial. Enquanto isto, o astro-rei, que ele ofende pelo nome de seu time, o Figueirense, por mais que tente, é só crepúsculo e desce, ladeira abaixo da vida. É assim!

    Caminha

    ResponderExcluir
  15. Oi, Caminha!
    Com certeza o seu Almiro Caldeira iria sentir-se muito feliz com o teu poema!
    Bom fim de semana,
    Urda.

    ResponderExcluir
  16. Meu querido amigo Caminha

    Lindo poema ENTREGA, onde a entrega dá-se de forma tão especial, despretenciosa e inocente.
    Uma rica linguagem.
    Parabéns!!!
    Com meu carinho fraterno
    Mercedes Pordeus

    ResponderExcluir
  17. Parabéns por mais uma obra, um grande abraço. Giba

    ResponderExcluir
  18. Qualquer inspiração que se obtenha com obras de Almiro Caldeira, são sempre benvindas. Santa Catarina engrandeceu-se com o nascimento e a produção desse homem de letras.

    Felicidades,

    Maura Soares

    ResponderExcluir
  19. Mônica Serra Silveira9 de novembro de 2008 23:19

    Querido amigo, Caminha,

    Parabéns pelo poeta!Tchello tem toda razão.

    Mônica

    ResponderExcluir
  20. Meu querido amigo Caminha!
    Lindo seu poema, assim como todos e, principalmente seu novo livro de Crônicas.
    Mais uma vez, farei um convite para publicar no meu site, 3 poemas ou crônias de sua autoria e escolha, biografia e foto, em "Poetas&Amigos". Será um prazer e uma honra ter seus versos no meu site.
    Sei que anda em tratamento e com pouco tempo para se dedicar aos convites,mas faça uma esforço que me fará muito feliz.
    Beijinhos mil e uma semana iluminada!
    Ligi@Tomarchio®
    http//www.ligia.tomarchio.nom.br

    ResponderExcluir
  21. Lindo, maravilhoso poema! Viajei pela magias de seus versos, mergulhei na delicadeza de cada letra, de cada emoção!

    Abraços

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Em breve, eu o verificarei para publicação. Aguarde!
Que Deus o abençoe!